PSB Nacional diz que palavra final na PB é de João e admite governador na presidência

PSB Nacional diz que palavra final na PB é de João e admite governador na presidência

Brasil Paraíba
13 de Março de 2024
596

Toda decisão sobre apoio, candidatura ou aliança envolvendo o PSB para as eleições de 2024 na Paraíba passará pelo crivo do governador João Azevêdo. Foi o que disse o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, em entrevista ao Blog Wallison Bezerra, na manhã desta quarta-feira (13). Ontem, Siqueira se reuniu com Azevêdo e o deputado federal Gervásio Maia, presidente do partido no Estado, em meio a divergências públicas por causa de entendimentos voltados para Santa Rita, na Grande João Pessoa.

Siqueira afirmou que a palavra final será do governador e abriu o caminho para que João passe a ser o novo presidente da sigla na Paraíba, a partir de um congresso que será realizado no final do ano.

Confira a entrevista completa: 

Blog Wallison Bezerra: PSB passou por uma semana de crise e divergências internas. Ontem aconteceu uma reunião entre o senhor, governador João Azevêdo e o deputado federal Gervásio Maia. Com isso, o senhor avalia que essa é uma crise superada no PSB da Paraíba? 

Carlos Siqueira: A rigor, não considero uma crise. Crise foi a que aconteceu lá atrás entre João Azevêdo e Ricardo Coutinho. Houve divergência sobre alguns aspectos, são naturais. Sentamos os três, conversamos, e chegamos a conclusão de que há mecanismos estabelecidos para que se resolva o maior diálogo, mais reuniões, e também para que o governador possa dar a última palavra em matéria onde houver decisões mais conflituosas nos municípios que exijam um rápido equacionamento, de maneira que o presidente atual Gervásio concordou e o governador concordou, e isso ficou acertado. Uma segunda decisão foi a realização de um congresso estadual, para eleger uma direção no final do ano, depois do 2º turno. Tudo isso acho que equacionou as divergências que poderiam haver.

Blog Wallison Bezerra: Para este Congresso, algumas lideranças defendem, inclusive do PSB, que o governador deveria estar à frente do partido. Ele externou sobre isso? Foi discutida a possibilidade de João presidir o PSB na Paraíba? 

Carlos Siqueira: Isso foi discutido. Mas, essa é uma decisão do Congresso. Seguramente o governador querendo, e acho que ele quer, o Congresso vai fazer isso, sem problemas.

Blog Wallison Bezerra: A atual comissão provisória do PSB vence em breve na Paraíba, ela será renovada ou vai haver mudança? 

Carlos Siqueira: Ninguém me propôs alteração. Ela vai ser renovada para preparação do Congresso.

Blog Wallison Bezerra: Para esse congresso, o que será levado em consideração para definição do novo presidente do PSB na Paraíba? Inclusive sobre o nome do governador? 

Carlos Siqueira: Se houver e eu penso que há a disposição do governador ser presidente, eu acho que será unanimidade, porque não há nenhuma liderança que discorde disso. O que eu penso é isso o que pode acontecer.

Blog Wallison Bezerra: Nessa divergência interna, levantou-se a possibilidade de alguns prefeitos deixarem o PSB, a exemplo de Sapé, onde o prefeito Major Sidney disse que havia insegurança. O senhor buscará alternativa para não perder prefeitos? 

Carlos Siqueira: Essas questões municipais, de opções de candidaturas A, B ou C, ficou acertado que vão haver reuniões mais frequentes com o governador e ele que dará a última palavra sobre essas preferências.

Blog Wallison Bezerra: Então, a situação de Santa Rita, na Grande João Pessoa – pivô das divergências no PSB, também passará pelo crivo do governador? 

Carlos Siqueira: Sim, certamente.

 

MAISPB.COM

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *